Endodontia: saiba o que essa especialidade faz pela sua boca

Você já ouviu falar de endodontia? Se sim, sabe o que é? Montamos esse post para você saber quão essencial é essa especialidade para sua saúde bucal

Endodontia: saiba o que essa especialidade faz pela sua boca

1. O QUE É ENDODONTIA?

Para entender a especialidade, vamos pela etimologia da palavra. "Endo" significa "dentro ou interno", "odóntos" quer dizer "dente", e "ia" significa ação. Ou seja, a endodontia é uma especialidade destinada ao diagnóstico, tratamento e prevenção das doenças que atingem a parte interna do dente: a polpa, a raiz e os tecidos periapicais, que envolvem a raiz.

É uma das áreas da odontologia fundamentais para a saúde da boca, principalmente para o sucesso dos tratamentos de reabilitação oral. Muita gente confunde a endodontia como apenas o tratamento de canal, mas a especialidade vai muito além desse procedimento.

2. QUEM É O PROFISSIONAL ESPECIALISTA EM ENDODONTIA?

O dentista que se especializa nessa área é chamado de endodontista. Além de adquirir conhecimento sobre a formação e o tratamento das cáries dentárias profundas, esse profissional atua na correção de trincas, fraturas e outros traumas que venham a comprometer a estrutura interior do dente.

De uma maneira geral, a intervenção do endodontista é necessária para prevenir a ocorrência de infecções graves e para evitar a necrose completa, levando à perda dentária. Nesse sentimento, é preciso identificar as situações nas quais o tratamento endodôntico é recomendado.

O profissional endodontista busca fazer com que o paciente se sinta mais confortável, e deve conversar bastante para que comece uma relação de confiança e segurança entre ele e o paciente. É preciso que o paciente se sinta seguro para realizar os procedimentos e confie na expertise do profissional, pois muitas vezes o paciente prefere extrair e perder o dente - comportamento que costumava ser bastante comum, por falta de conhecimento, profissionais especialistas e ausência da tecnologia necessária para realizar procedimentos.

3. EM QUAIS CASOS O TRATAMENTO ENDODÔNTICO É INDICADO?

A endodontia é a especialidade da odontologia que faz o diagnóstico, a terapêutica e a profilaxia das doenças que atingem a parte interna do dente (polpa), da raiz e dos tecidos em volta dele (tecido periapical).

Por exemplo, quando a criança ou adulto sofre uma pancada, o endodontista deve avaliar e acompanhar a pessoa através de exames de radiografia, exame clínico e anamnese.

Outra situação ocorre quando a restauração do dente caí e a pessoa com medo do dentista vai deixando a consulta para depois, até que o dente começa o processo agudo de dor.

As causas mais comuns dos problemas que afetam a estrutura interna dos dentes são as cáries profundas ou as fraturas. Nesses casos, as bactérias encontram um caminho livre para contaminarem a polpa e a raiz, causando uma infecção que, caso não seja tratada, pode piorar.

O tratamento endodôntico é indicado para pacientes nos quais a cárie chega até a polpa do dente, que acaba comprometendo a raiz. Sendo assim, a necessidade de tratar o canal deve ser avaliada nos seguintes casos:

  • cáries profundas;
  • dentes quebrados ou trincados;
  • sensibilidade intensa, especialmente a alimentos frios e quentes;
  • traumas com indicação de tratamento protético.

4. QUAL A IMPORTÂNCIA DA ENDODONTIA PARA A SAÚDE BUCAL?

A maioria das pessoas que chega ao consultório odontológico sonha em ter um sorriso perfeito, com dentes brilhantes e alinhados. No entanto, a beleza dos dentes começa com a saúde da sua estrutura interna. É preciso que as cáries profundas e as fraturas sejam eliminadas para impedir o agravamento da saúde bucal.

Entre outras complicações, a endodontia pode evitar a ocorrência de quadros sistêmicos de infecção, que surgem quando as bactérias presentes na cavidade bucal chegam à corrente sanguínea.

O endodontista também cuida da estética e autoestima, pois realiza clareamento interno de dentes que escureceram.

A cárie é uma doença multifatorial, quando as bactérias presentes na saliva encontraram a gordura dos alimentos e se aderem ao dente causando o amolecimento da estrutura do dente, então deveria entrar em cena a escovação dentária após a alimentação e, principalmente antes de dormir, aliado ao uso do fio dental.

Geralmente a cárie inicia entre um dente e outro e a pessoa não percebe. Quando está no interior do dente, a cárie deixa ele oco como um ovo, então por fora a casca dura e por dentro tudo mole. Só quando o dente inicia o processo de dor com gelado e quente, ou ao dormir, que o paciente procura o dentista.

5. VISITE SEMPRE O SEU ENDODONTISTA

Você já realizou um procedimento de canal ou sofreu algum trauma e teve que ir ao endodontista para tratar? Então é sempre bom visitar este especialista para realizar consultas preventivas.

Com tecnologia e cada vez mais expertise, os tratamentos utilizam instrumentos automatizados, que reduziram o tempo de duração dos tratamentos para até 40 minutos, canais feitos em sessões únicas, localizadores apicais e sensores de raio x digitais.

6. ONDE IR A UM ENDODONTISTA?

Na CLIVALEMAIS, você consegue ir a um dentista especialista em Endodontia com comodidade, praticidade e pertinho de você.

Saiba mais e agende já sua consulta: https://bit.ly/2nHe47D

E MAIS: VOCÊ JÁ CONHECE O CHAPP?

O CHAPP é um aplicativo feito para você, que deseja cuidar da sua saúde com praticidade e conforto, tudo isso com o melhor atendimento médico e até 70% de desconto em consultas e exames particulares!

Clique aqui e saiba mais.